BH Nostalgia


quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores

















Mais conhecida como Igreja da Floresta, foi a primeira católica do bairro, inaugurada em 15/8/1939 na Rua Silva Jardim, esquina com Avenida do Contorno.
Foto da década de 1940.

Viaduto Santa Teresa












Anteriormente denominado Viaducto Bello Horizonte, o Viaduto Arthur Bernardes, mais conhecido como Viaduto Santa Tereza foi inaugurado em 1929.
Foto da década de 1940.

domingo, 24 de março de 2019

Avenida Afonso Pena

Avenida Afonso Pena na esquina com Rua Tamóios. À esquerda aparece o terreno acidentado onde seria construída anos mais tarde a Igreja São José. 
Cartão-Postal com foto da década de 1900. Fonte: Acervo pessoal.

terça-feira, 5 de março de 2019

Rua da Bahia












Trecho da Rua da Bahia a partir da Avenida Afonso Pena, mostrando o Bar do Ponto, a lateral do Cine Metrópole, o Metrópole Hotel, o Grande Hotel, o Conselho Deliberativo e a Basílica de Lourdes.
Foto da década de 1940. Fonte desconhecida.

Vista da região central












A imagem mostra em primeiro plano a Praça Sete. Acima, à direita, trecho da Avenida Amazonas até as proximidades com a Avenida do Contorno, passando pelo Edifício Tupis em contrução e a Praça Raul Soares ainda sem os Edifícios JK.
Foto de 1947. Fonte desconhecida.

Viaduto Santa Teresa












Em primeiro plano aparece o Viaduto Santa Teresa, inaugurado em 1929. Acima, à esquerda, os edifícios Sul América e Sulacap em fase final de construção e ao centro, a Igreja São José. 
Foto da década de 1940. Fonte desconhecida.

Metrópole Hotel













Na imagem aparece o Metrópole Hotel, ainda hoje localizado na mesma esquina da Rua Goiás com Rua da Bahia. Na mesma via, acima à direita, na esquina com Avenida Augusto de Lima, parte do Grande Hotel, no local ocupado hoje pelo Edifício Arcângelo Maleta. 
Foto da década de 1940. Fonte desconhecida.



Delegacia Fiscal












Antigo prédio da Delegacia Fiscal, no local hoje ocupado pelo edifício do Ministério da Fazenda, na esquina da Avenida Afonso Pena com Álvares Cabral. 
Foto da década de 1930. Fonte desconhecida.

Praça Raul Soares













Nesta imagem vemos a Avenida Augusto de Lima ao centro e a Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte na sua esquina com a Praça. À direita o Edifício Randrade, recém-concluído, reina absoluto na paisagem como o único arranha-céu visível.
Foto da década de 1940. Fonte desconhecida.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Vista do Centro











Em primeiro plano aparece trecho da Rua Tupis e a Igreja Metodista Central. Acima, à direita, vemos fachada da casa que hoje abriga a UMEI Delfim Moreira na Rua Espírito Santo. Um pouco mais acima vê-se parte dos telhados da Imprensa Oficial próximo à Avenida Augusto de Lima.
Foto de 1959. Fonte desconhecida.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Vista aérea da região central












Em primeiro plano aparecem, à direita, a Praça da Estação, o prédio em cujo local seria construído em 1951 o Itatiaia Hotel, o Edifício Aurélio Lobo, a Avenida Amazonas, o edifício da Previdência Social na esquina com a Rua Tupinambás, a Praça Sete e o prédio que abriga atualmente a UAI. À esquerda, o Edifício Acaiaca, que parece estar ainda em obras, apesar de ter sido inaugurado em 1947, e o Sulamérica.
Foto de 1948(sic). Fonte desconhecida.

Rua da Bahia













Vemos trecho da Rua da Bahia logo após a esquina com a Avenida Afonso Pena no sentido Centro/bairro. À esquerda vê-se detalhe do prédio do Theatro Municipal, transformado posteriormente no Cine Metrópole e demolido na década de 1980. Um pouco mais acima, na esquina da Avenida Augusto de Lima, está a o prédio da Câmara Municipal(Conselho Deliberativo), que  décadas depois seria a sede do Museu de Mineralogia e hoje é o Museu da Moda de Belo Horizonte.
Foto de 1920. Fonte: Acervo Jornal Estado De Minas.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Vista do Barro Preto e Centro












Na imagem podemos ver, acima, a partir da esquerda, o Cine Brasil, o edifício Tupis, o Acaiaca, Sulamérica/Sulacap e a Imprensa Oficial. Abaixo, na Praça Raul Soares, O edifício Randrade, a Igreja Batista e o local onde se iniciavam as obras do edifício JK. Em primeiro plano aparece os cruzamentos da rua Timbiras com Ouro Preto e mais acima com Araguari, em cuja esquina aparece casa de dois pavimentos que ainda permanece lá.
Foto de 1956. Fonte desconhecida.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Vista do Centro












Em primeiro plano, Avenida Afonso Pena na esquina com Rua São Paulo. Acima, no cruzamento desta última com Tamóios e Avenida Amazonas aparece o teto da Capela do Rosário.
Foto de 1930. Fonte: Acervo Arquivo José Góes.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Colégio Marista Dom Silvério

Inaugurado em 1955 na Rua Lavras, no bairro São Pedro, o Colégio Marista Dom Silvério aparece na imagem ainda em construção.
Foto da década de 1950. Fonte: Acervo Colégio Marista Dom Silvério.

Avenida Carlos Luz

















A antiga estrada Catalão, que ligava o centro da cidade ao estádio Mineirão, aparece aqui recém-asfaltada e já com o nome de Avenida Carlos Luz. Acima, à esquerda, o Cemitério da Paz, inaugurado em 1967.
Foto do final da década de 1960. Fonte: Revista Manchete.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Massas Alimentícias Aymoré Ltda













A fábrica, pertencente ao Moinho Inglez, do Rio de Janeiro, e posteriormente às Refinarias de Milho Brasil, estabelecida em São Paulo, foi fundada em 1930 na Avenida Olegário Maciel esquina com a Rua Timbiras, no bairro Lourdes, local hoje ocupado pela Igreja Universal. Em 1975 foi comprada pela Produtos Alimentícios Cardoso, de Contagem.
Foto da década de 1930.

Edifício Acaiaca

















O Edifício Acaiaca, projetado em 1943 e inaugurado em 1947, teve inspiração Art Déco com destaque para duas imensas carrancas que foram construídas em homenagem à tribo de mesmo nome. Permanece sendo o prédio mais alto da capital, com 130 metros de altura. Como foi construído na época da Guerra, recebeu um abrigo antiaéreo, que hoje é utilizado para carga e descarga.
Lojas luxuosas como a Sibéria Modas, tradicional em roupas femininas, que possuía um salão para desfiles de moda, se estabeleceram lá. Na década de 1950, funcionava uma boate na sobreloja, frequentada somente pela alta sociedade.
Entre os anos de 1955 e 1980 a TV Itacolomi ocupou o 23º e 24º andares. O Acaiaca abrigou, ainda a Faculdade de Filosofia da UFMG.
Funcionou lá o famoso Cine Acaiaca, no local onde há hoje uma igreja evangélica. Na imagem aparece o nome do filme que estava sendo exibido: "Numa Ilha Com Você"(On An Island With You), produção em Technicolor da M-G-M de 1948, estrelada pela nadadora Esther Williams e o galã Peter Lawford.
Atualmente funcionam no prédio escritórios de advocacia, clínicas de oftalmologia, de odontologia, etc. 
Caso você queira admirar a vista do último andar, deve encaminhar email para o condomínio do prédio(edificioacaiaca@gmail.com).
Foto do final da década de 1940.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Grande Hotel












Situava-se na esquina da Rua da Bahia com Avenida Augusto de Lima. Foi demolido no final da década de 1950 e no local foi constrúdo o Edifício Arcângelo Maleta.
Foto do final da década de 1930.

Bairros Funcionários e Serra














Vista da cidade, destacando-se as avenidas Carandaí e Afonso Pena e os bairros Funcionários e Serra. À esquerda, o Colégio Normal (atual Instituto de Educação) e mais acima o Colégio Arnaldo.
Foto de 1950. Fonte: Acervo José Góes.

sábado, 18 de agosto de 2018

Vista aérea do Centro












Em primeiro plano, Avenidas Amazonas e Afonso Pena e a Praça Sete, onde se vê o Cine Theatro Brasil e, mais acima, a Capela do Rosário. À esquerda, Igreja São José e os edifícios Acaiaca e Sulamérica/Sulacap.
Foto de 1950.

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Vista parcial do Centro












Na imagem aparece em primeiro plano a esquina da Avenida Augusto de Lima com a Rua Curitiba. À esquerda, o cruzamento da Rua Goitacazes com a Padre Belchior. Ao fundo, à esquerda, o Edifício Acaiaca, o Sulamérica e o Sulacap; à direita, bem acima, o prédio da Santa Casa.
Foto da década de 1970.

Avenida Amazonas

















Imagem obtida do Edifício Tupis, mostrando ao fundo a Praça Sete e o antigo Cine Theatro Brasil.
Foto de 1947.

Praça Raul Soares

















Destaque para a Avenida Bias Fortes em direção à Praça da Liberdade. À direita, a Avenida Olegário Maciel.
Foto de 1953.

Praça Raul Soares














Destaque para o Edifício Tupis, à direita.
Foto de 1950.

Vista da região central












Destaque para a Praça Raul Soares, o Mercado Central, o Minascentro e mais ao fundo, o Parque Municipal.
Foto da década de 1950.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Mercado Central













Na imagem obtida do Edifício Tupis vemos o Mercado Central em primeiro plano, o Minascentro, as ruas Curitiba e Padre Belchior e as Avenidas Augusto de Lima e Amazonas. Acima os edifícios Pignataro e JK ainda em construção.
Foto da década de 1950. Fonte: Ascom/APCBH

Catedral Nossa Senhora da Boa Viagem

















A imagem mostra pessoas sentadas debaixo de uma mangueira nos jardins da igreja.
Foto da década de 1920. Fonte: Acervo Benvindo Lima.

Vista do Centro











A imagem mostra a Avenida Afonso Pena, a Igreja São José e a Rua Espírito Santo.
Foto de 1935. Fonte: Acervo Benvindo Lima

terça-feira, 31 de julho de 2018

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Praça Raul Soares








Inaugurada em 1936, a Praça Raul Soares já havia ganhado seu traçado definitivo quatro anos depois, com jardins geométricos e fonte luminosa no centro.
Foto de 1940.

II Congresso Eucarístico Nacional








Foi um dos maiores acontecimentos religiosos realizados na capital, que atraiu multidões piedosas de todo o Estado, somando cerca de 100 mil pessoas. Ocorreu em Setembro de 1936 no terreno onde depois foi construída a Praça Raul Soares.
Foto de 1936.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Arquibancadas do Prado Mineiro












Inaugurado em Maio de 1906 na Rua Platina, o Prado Mineiro promoveu corridas de cavalo e partidas de futebol. Foi palco de outros eventos como evolução de aeroplano em 1912, Exposição Industrial e Comercial em 1926 e o primeiro salto de pára-quedas de Belo Horizonte em 1928. Deu nome ao bairro Prado, onde se localizava. A área hoje é ocupada pelo Departamento de Instrução(DI) da Polícia Militar de MG.
Foto da década de 1910. Fonte: Coleção Otávio Dias Filho-Autor: Herculano de Souza.

Monumento à Civilização Mineira












Instalado na Praça da Estação, este projeto de J.Staracce foi inaugurado em Julho de 1930. À esquerda do monumento aparece o Hotel Avenida e à direita o Hotel Sul-Americano.
Foto da década de 1930. Fonte: Coleção Otávio Dias Filho.




Hospedaria de Imigrantes e Alfândega












Foto da década de 1900. Fonte: Coleção Antônio Miranda.

Estação Ferroviária











  
Visão panorâmica das estações Central do Brasil e Oeste de Minas. No alto da Rua Sapucaí, à esquerda, o prédio da Rede Ferroviária Federal, ainda preservado. Do lado direito todo um panorama que se estende até o bairro da Serra, onde se destaca o imponente edifício do Colégio Arnaldo.
Foto da década de 1920. Fonte: Coleção Antônio Miranda-Autor: C.Nunes

Demolição da Estação de Bondes
















Esta estação de bondes ficava na Avenida Afonso Pena em frente ao Bar do Ponto (atual Othon Palace Hotel). Com a sua demolição, um pedaço da construção foi levado para o Museu Abílio Barreto, onde permanece até hoje.
Foto de 1945. Autor: Gines Ribera.

Consulado Italiano

















Erguido em 1897, este imponente sobrado abrigava o Consulado Italiano
Foto da década de 1920.

Casa da Estrada de Ferro













Gradis decorados, cumeeiras com catavento, pára-raios e hastes de metal, paredes pintadas em vinhetas art-nouveau. Assim era a antiga casa da Estrada de Ferro.
Foto da década de 1910.

Avenida Afonso Pena












Avenida Afonso Pena nas imediações da Igreja São José. Na esquina da Rua Tamóios vê-se um estabelecimento comercial especializado em produtos italianos.
Foto da década de 1900. Fonte: Coleção Antônio Miranda