BH Nostalgia: Novembro 2008


quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Praça Sete de Setembro













A Praça Sete, com a Rua Carijós ao centro, o prédio do Banco Hipotecário (onde hoje funciona o Posto UAI) à esquerda e o antigo e tradicional Campeão da Avenida à direita.
Foto de 1936. Fonte: Belo Horizonte: De Curral Del Rei À Pampulha.















Praça Raul Soares

Nesta imagem aérea vê-se em primeiro plano a Praça Raul Soares. Os bairros de Lourdes, Santo Agostinho e Barro Preto aparecem também. O Mercado Central ainda estava descoberto; a construção do conjunto JK ainda não havia sido iniciada e o campo do Clube Atlético Mineiro ainda existia.
Foto da década de 1940.














Praça Raul Soares

Nesta imagem vemos ainda circulando os ônibus elétricos por uma praça Raul Soares já bem movimentada. À esquerda aparece o Cine Candelária, ainda uma bela sala de exibição.
Foto da década de 1960.














Fazenda do Curral del-Rei

No centro, a antiga Fazenda do Curral del-Rei, cujo único prédio intacto que sobrou(construído em 1833), se tornou em 1942 o Museu Histórico Abílio Barreto, posteriormente tombado pelo IPHAN e meticulosamente restaurado. O descampado em volta, ainda vazio de construções, seria mais tarde a Cidade Jardim.
Foto da década de 1910.














Rua Espírito Santo esquina com Rua Tupis

Na esquina da Rua Espírito Santo com Rua Tupis ficava a casa de Carvalho de Brito. À direita, parte do muro da Igreja São José. Em mais de 70 anos processou-se uma mudança brutal no cenário de toda a cidade.
Foto da década de 1930.














Primeira Igreja Batista

A recém-inaugurada Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte, na Praça Raul Soares, nº 203. À direita, a Avenida Augusto de Lima.
Foto de 1942.
















Praça Raul Soares

Vista da Praça Raul Soares, com a Igreja Batista à esquerda e o Barro Preto ao fundo.
Foto da década de 1940.

Praça Raul Soares













Nesta imagem vemos a Avenida Augusto de Lima ao centro e a Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte na sua esquina com a Praça. À direita o Edifício Randrade, recém-concluído, reina absoluto na paisagem como o único arranha-céu visível.
Foto da década de 1940, pertencente ao Arquivo da PIB-BH.












Bairro Calafate

Vista aérea do bairro Calafate, onde vê-se à esquerda, a Rua Platina, que o atravessa de ponta a ponta; ao centro, a Paróquia de São José do Calafate.
Foto de 1961.













Praça Raul Soares

Nesta vista aérea, a partir do Bairro Carlos Prates, vemos a Praça Raul Soares com Avenida Bias Fortes ao centro; à esquerda o Minascentro e o Mercado Central ainda descoberto; à direita, dentre tantas outras construções, nota-se as ausências da 1ª Igreja Batista de Belo Horizonte, que seria construída em 1942, na esquina da Praça com Avenida Augusto de Lima, do Cine Candelária e do Conjunto JK, que teria sua construção iniciada em 1953, só sendo entregue em 1970. Temos ainda a antiga Fábrica de Massas Aymoré, na Rua Timbiras, onde hoje está aquele "monumentoso" templo da Igreja Universal.
Foto da década de 1930.













Praça Raul Soares

Vista da Praça a partir do Barro Preto, tendo, à direita, a Avenida Bias fortes. Além da ausência total de edifícios, nota-se apenas as torres da Catedral de Nossa Senhora de Lourdes, construída na Rua da Bahia em 1916.
Foto da década de 1930.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Praça Raul Soares












A Praça Raul Soares mudou muito. Sua inauguração ocorreu durante o Congresso Eucarístico, em 1936, que atraiu a ela multidões piedosas de todo o Estado. À direita vê-se, na Rua Timbiras, a antiga Fábrica de Massas Alimentícias Aymoré, onde hoje está o gigantesco templo da Igreja Universal. À esquerda, ao fundo, as torres da Igreja de Lourdes.
Foto de 1936. Fonte: Belo Horizonte: De Curral Del Rei À Pampulha.














Praça Raul Soares

Outra cena do Congresso Eucarístico. Vê-se, ao fundo, à direita, a lateral do Minascentro e a torre do atual Centro de Cultura Belo Horizonte, outrora Museu de Mineralogia Professor Djalma Guimarães. À esquerda, a torre da Igreja São José.
Foto de 1936.















Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte

Cerimônia de lançamentro da Pedra Fundamental da construção da nova sede da Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte, na Praça Raul Soares, esquina com Avenida Augusto de Lima, que aparece ao fundo, tendo à esquerda a Rua Rio Grande do Sul.
Foto de 1942, pertencente ao Arquivo da PIB-BH.














Praça Raul Soares

Esta imagem mostra o dia da cerimônia de lançamento da Pedra Fundamental da construção da nova sede da Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte, na esquina da Avenida Augosto de Lima, que aparece à direita. A Igreja foi toda construída naquele ano, no lote vago onde aparecem diversas pessoas.
Foto de 1942, pertencente ao Arquivo da PIB-BH.













Mercado Central
Vista da Avenida Amazonas Esquina com Ruas Santa Catarina e Goitacazes, com o Mercado Central à esquerda.
Foto de 1940.

Praça Raul Soares














Vista da Praça Raul Soares, com a Avenida Amazonas ao fundo. Observe que o Edifício "Balança Mas Não Cai"(Edifício Tupis) ainda não havia sido construído.
Foto de 1940.














Praça Raul Soares

Vista da Praça Raul Soares, onde vê-se as Avenidas Augusto de Lima e Bias Fortes, o teto do Minascentro e a torre do Sulacap em obras.
Foto de 1940.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008















Avenida Afonso Pena

Avenida Afonso Pena esquina com Rua da Bahia. Era este o aspecto do abrigo do ponto de bondes, tendo em primeiro plano a banca de livros e revistas. Mesmo na época, a cidade já reconhecia o valor de um bom reclame. A banca ostenta mais de dez cartazes publicitários - e o da Casa Giacomo, que vendia bilhetes de loteria, alerta os passantes: "Ignoraes que ali na esquina encontrareis a vossa independência?".
Foto de 1930.













Praça da Liberdade

Na antiga Praça da Liberdade existia até uma ponte rústica.
Foto de 1903.













Palácio da Liberdade

A princípio, o Palácio destinado ao governador do Estado, na época denominado presidente, iria ocupar sozinho a praça da Liberdade, como foi indicado na planta geral da cidade, apresentada por Aarão Reis. Por iniciativa de Francisco Bicalho, sucessor de Reis na chefia da Comissão Construtora, as Secretarias de Estado, que antes seriam instaladas no centro da cidade, foram construídas na mesma grande praça destinada ao Palácio Presidencial.
Foto de 1903.

Estação de Minas














Projetada por José de Magalhães, Edgar Nascentes Coelho e José Verdussem, a antiga Estação de Minas foi inaugurada em 21 de Agosto de 1898. Em 1920, foi demolida para dar lugar ao atual prédio da Estação Ferroviária, considerado maior e mais adequado ao volume dos transportes de cargas e passageiros da Capital. No texto do Cartão-Postal está escrito: "B.Hte, 29/VIII/1904. O edifício é pequeno, mas de bella aparência e construção sólida. Como está longe da Estação da Luz em S.Paulo?"
Foto de 1902.












Praça da República

Vista da Praça da República, atual Praça Afonso Arinos, na qual aparecem a Faculdade de Direito, a Câmara dos Deputados e, ao fundo, um detalhe do Grande Hotel, localizado onde hoje se encontra o Edifício Arcângelo Maleta, na esquina da Rua da Bahia com a Avenida Augusto de Lima.
Foto de 1902.

















Igreja São José

Esta imagem relativamente recente entra aqui para podermos observar pequenas mudanças ocorridas na estrutura desta região central da cidade ao longo de mais de 1 quarto de século. Foto de 1982.













Capela do Rosário

Construída entre os anos de 1895 e 1897, a Capela do Rosario, situada na esquina da Avenida Amazonas com as Ruas São Paulo e Tamóios, foi o primeiro templo inaugurado na Nova Capital. Foto de 1902












Rua São Paulo

Vista da Rua São Paulo, esquinas com a Avenida Amazonas e a Rua Tamóios, de costas para a Capela do Rosário. Foto de 1902.













Imprensa Oficial

A Imprensa Oficial, último órgão transferido de Ouro Preto, instalou-se em Belo Horizonte em Junho de 1898, no mesmo edifício que mantém até hoje, na Avenida Augusto de Lima, entre as Ruas Rio de Janeiro e Espírito Santo. Foto de 1910.



















Imprensa Oficial

Este Cartão-Postal, editado por Francisco Soucasaux e impresso nas oficinas do Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro, é um dos exemplares da primeira série a retratar a nova capital. Foto de 1902.

domingo, 2 de novembro de 2008




















Igreja São José

Foto da década de 1930



















Ontem e hoje 4

Trecho da Avenida Amazonas esquina com Ruas Tamóios e São Paulo em 1947 e em 2008; Trecho da Avenida Afonso Pena nas proximidades da Praça 7 na Década de 1930 e em 2008; Campo do Cruzeiro em 1945 e em 2007(Clube Recreativo).



















Ontem e hoje 5

Grupo Escolar Pedro II em 1943 e em 2008;
Grande Hotel em 1937 e Edifício Arcângelo Maletta em 2008;
Rua Tupis esquina com Rua Guarani na década de 1910 e em 2005.