BH Nostalgia: Maio 2012


quinta-feira, 31 de maio de 2012
















Edifício Tupis

O lendário "Balança-mas-não-cai" aparece aqui novinho em folha. Depois de décadas abandonado, foi reformado recentemente pela Construtora Diniz Camargos e seus apartamentos serão postos à venda brevemente. Repare também nos dois predinhos à esquerda, na esquina da Rua Tupis com Avenida amazonas, que permanecem ainda lá.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.
















Edifício Automóvel Clube

Este sólido prédio de apartamentos, com portarias na Avenida Álvares Cabral e Rua Goiás, ainda estava em construção. Ele tem um corredor que o liga ao Automóvel Clube, que aparece aqui à esquerda, na Avenida Afonso Pena.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.
















Igreja São José

A imagem, obtida do alto do Edifício Acaiaca, mostra o templo provavelmente em horário de missa.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.
















Parque Municipal

Imagem bucólica da lagoa do parque, no centro de uma cidade ainda calma.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.

quarta-feira, 30 de maio de 2012
















Igrejinha da Pampulha

A Igreja São Francisco de Assis foi inaugurada em 1943. O projeto arquitetônico é de Oscar Niemeyer.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.















Minas Tênis Clube

A bela piscina olímpica do MTC em tarde de competição.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.















Parque Municipal

Clássica imagem do Parque Municipal, mostrando mais uma vez o Edifício Acaiaca em construção.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.















Vista do Centro

Imagem obtida provavelmente do alto do bairro Floresta, mostrando ao fundo as torres Sulamérica/Sulacap concluídas e o Edifício Acaiaca ainda em construção.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.















Edifício Acaiaca

A imagem mostra o Edifício Acaiaca em construção, iniciada em 1943. Seu estilo é art deco e tem 29 andares.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.

















Rua Rio de Janeiro

Na imagem vemos a via no quarteirão entre Rua Caetés e Rua Tupinambás. Destaque para o painel no edifício do Banco Financial da Produção/Hotel Financial na Avenida Afonso Pena.
Foto da década de 1950, gentilmente enviada por Cláudio Castro.















Praça Rui Barbosa

O garotinho que aparece aqui, hoje septuagenário, não poderia imaginar como esta cidade iria se transformar nas décadas seguintes... Só o chafariz e a estátua do lince ainda permanecem iguais.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.


















Edifício da Previdência

Este bonito prédio, construído na década de 1930 na esquina da Avenida amazonas com a Rua Tupinambás permanece muito bem conservado e abriga hoje a Superintendência do INSS.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.















Rua Sapucaí

Na imagem, tomada na esquina da Avenida Assis Chateaubriand com Rua Sapucaí, vemos, ao fundo, o Edifício Acaiaca em construção. À esquerda, parte da murada do Viaduto Santa Teresa.
Foto da década de 1940, gentilmente enviada por Cláudio Castro.

terça-feira, 29 de maio de 2012












Praça Raul Soares

Aqui vemos uma praça ainda com árvores pequenas e, ao fundo, muitos prédios em construção. O Edifício Tupis aparece ao centro, na esquina da Avenida Amazonas com a Rua Tupis.
Foto da década de 1960. Fonte: Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte-APCBH/ASCOM.

















Avenida Getúlio Vargas

A imagem mostra trecho da via na divisa dos bairros Funcionários e Serra. Ao fundo, a Avenida do Contorno, e, na sua esquina com a Rua do Ouro, o bonito casarão que permanece lá ainda hoje, muito bem conservado.
Foto da década de 1960. Fonte: Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte-APCBH/ASCOM.











Avenida Amazonas

A imagem mostra o cruzamento da via com as ruas São Paulo e Tamóios. Ao fundo, na Praça Sete vemos o Edifício Helena Passig em final de construção. À direita, detalhe do Edifício Dantês em obra.
Foto da década de 1950.

quarta-feira, 23 de maio de 2012












Praça Sete

Na imagem vemos a novidade do bonde fechado, que representava o conforto dos novos tempos, mas que foi de permanência breve. Com o passar dos anos e o crescimento de novos bairros, os auto-ônibus e auto-lotações foram adquirindo espaço, não mais como uma opção complementar, mas como uma solução cada vez mais viável para as consecutivas ampliações de linhas e itinerários. Observe à direita, na esquina da Rua São Paulo com Avenida Afonso Pena, o Edifício Ibaté.
Foto da década de 1940.











Avenida Amazonas

Vista da Avenida Amazonas no cruzamento com a Rua Espírito Santo, local da Praça General Carneiro, que, aliás, é muito pouco conhecida sob esta denominação.
Foto da década de 1920.











Avenida Afonso Pena

Vista da Avenida Afonso Pena nas imediações da Praça Sete. Do lado esquerdo, o primeiro arranha-céu da cidade, o Edifício Ibaté. Projetado por ângelo Murgel, possui 10 andares. Sua inauguração, em 1935, é um marco no processo de verticalizacão de Belo Horizonte. O edifício, que já não se distingue tão claramente na paisagem, ainda pode ser visto na Rua São Paulo, 498.
Foto da década de 1930.











Colégio Sagrado Coração de Jesus

Construído na primeira metade da década de 1920, localiza-se na Rua Professor Morais quase esquina com a Avenida Getúlio Vargas. Na imagem ainda não havia sido erguida a capela do seu lado esquerdo.
Foto da década de 1920.


















Conselho Deliberativo

No prédio do Conselho Deliberativo, inaugurado em 1914, funcionou também a Biblioteca Pública da Cidade. Mais tarde se tornou a sede do Museu de Mineralogia e atualmente hospeda o Centro de Cultura Belo Horizonte. Localizado no cruzamento da Rua da Bahia com Avenida Augusto de Lima, seu estilo neogótico chega a confundir muitos transeuntes, que chegam a fazer o sinal-da-cruz, imaginando tratar-se de um templo religioso.
Foto da década de 1920.











Vista da Cidade

Na imagem vemos, ao fundo, o Colégio Sagrado Coração de Jesus e o bairro Serra.
Foto da década de 1920.











Praça Sete

Do lado esquerdo da Avenida Afonso Pena, depois do Cine Brasil, vemos o edifício do Brasil palace Hotel, construído em 1939. Logo adiante, onde antes ficava o Palacete dos Correios, está o Edifício Sulacap ainda em construção; perto dele, a antiga Agência de Bondes aparece diminuta em suas proporções; considerada ultrapassada, foi demolida em 1946. 
Foto de 1946.











Floresta e Lagoinha

Vista dos bairros Floresta e Lagoinha. Nos anos 1920 cada rua e cada bairro da cidade distinguiam-se por um traço peculiar. Floresta era um bairro de grandes chácaras; Lagoinha era um bairro de proletários.
Foto da década de 1920.

terça-feira, 22 de maio de 2012












Igreja São José

Na imagem vemos a Igreja São José e a Rua Tamóios em toda sua extensão. Bem ao fundo à esquerda, a Praça Raul Soares, onde se vê a Igreja Batista e o edifício residencial Randrade ainda em construção. Ele seria inaugurado em 1941.
Foto de 1940.











Avenida Afonso Pena


Na imagem vemos em primeiro plano o quarteirão entre a Rua da Bahia e a Avenida Álvares Cabral, destacando-se os edifícios dos Correios e Telégrafos e da Prefeitura.
Foto do início da década de 1940.

sábado, 19 de maio de 2012














Estação Ferroviária

A antiga Estação Ferroviária da Central do Brasil, na Praça Rui Barbosa, em nome talvez da funcionalidade, misturava estilos arquitetônicos. Observe à esquerda, no quarteirão da Avenida Afonso Pena entre Rua da Bahia e Rua Tamóios, onde estão hoje os edifícios Sulamérica/Sulacap, o antigo e belo prédio dos Correios, e à sua direita, a Igreja São José ainda inacabada, mas já em funcionamento.
Foto de 1908.













Rua da Bahia esquina com Avenida Afonso Pena

Era 7 de Setembro. A Rua da Bahia estava em clima de festa. Além de ser o dia da Independência do Brasil, inauguravam-se os bondes elétricos e tomava posse o "presidente" do Estado de Minas Gerais, Dr.Francisco Salles.
Foto de 1902.

segunda-feira, 14 de maio de 2012












Avenida Afonso Pena


Trecho da Avenida Afonso Pena entre Rua Guajajaras e Avenida Álvares Cabral. À esquerda, parte do edifício do Conservatório de Música; mais à frente, o prédio do Tribunal de Justiça. Preservadas, estas duas edificações ainda podem ser vistas na cidade.
Foto do início da década de 1930.












Capela do Rosário/Orphanato Santo Antônio


A imagem mostra, à esquerda, a Capela do Rosário, construída entre os anos de 1895 e 1897, situada na esquina da Avenida Amazonas com as ruas São Paulo e Tamóios; foi o primeiro templo inaugurado na Nova Capital. À direita, vemos o Orphanato Santo Antônio, inaugurado em 1913 pela Associação Pão de Santo Antônio, localizado na Rua São Paulo.
Foto do início da década de 1910.












Praça Afonso Arinos


Vista da Praça Afonso Arinos, na qual aparecem os prédios da Escola de Direito à esquerda, e da Câmara dos Deputados à direita, posteriormente demolidos.
Fotoda década de 1930.












Praça Afonso Arinos


A Praça da República, atual Praça Afonso Arinos, tinha inicialmente o formato quadrado e estendia-se até a Avenida Afonso Pena. Na imagem aparece a lateral do Theatro Municipal, inaugurado em 1909 e depois substituído pelo Cine Metrópole.
Foto do início da década de 1910.











Escola de Aprendizes Artífices


A Escola de Aprendizes Artífices funcionava neste bonito prédio, localizado na Avenida Olegário Maciel, no quarteirão entre as ruas Guajajaras e Timbiras, exatamente no local onde se encontra hoje um dos edifícios do Conjunto JK.
Foto do início da década de 1930.














Hospital de Isolamento


Localizado no bairro Santa Teresa, o Hospital de Isolamento de Belo Horizonte foi inaugurado em Agosto de 1910. Posteriormente, em 1922, passou a denominar-se Hospital Cícero Ferreira, em homenagem àquele que, além de médico da Comissão Construtora e prefeito da cidade, foi um dos fundadores da Faculdade de Medicina de Belo Horizonte. 
Em 1918 o Hospital de Isolamento foi de grande utilidade para a Capital, pois espalhou-se assustadoramente na cidade a gripe espanhola, atingindo cerda  de 10 mil pessoas, registrando-se 161 casos fatais.
Foto da década de 1910.












Rua da Bahia


Trecho da Rua da Bahia, esquina com a Rua Aimorés, no qual aparece o antigo Palacete Olintho, sede do Instituto Claret, estabelecimento dirigido por padres espanhóis do Coração de Maria.
Foto do início da década de 1910.











Avenida Brasil


As palmeiras imperiais da Avenida Brasil, no seu último trecho, próximo à Praça da Liberdade.
Foto do início da década de 1930.












Avenida João Pinheiro


A imagem mostra trecho da via nas proximidades com a Rua Timbiras. À esquerda, o local onde mais tarde se construiria o prédio do DETRAN.
Foto do início da década de 1930.












Tribunal de Justiça/Automóvel Clube


Foto do início da década de 1930

domingo, 13 de maio de 2012













Avenida Afonso Pena


Na esquina da Avenida Afonso Pena com Álvares Cabral, no lado esquerdo, vemos o prédio do antigo Palácio da Justiça, que aparece aqui ainda com a sua cúpula original, ao lado do edifício do Automóvel Clube, projeto do arquiteto Luiz Signorelli, inaugurado em Dezembro de 1929. No lado direito aparece o antigo prédio da Delegacia Fiscal, no local hoje ocupado pelo edifício do Ministério da Fazenda.
Foto do início da década de 1930.